Jeff Bezos

Anúncio foi realizado em conta do Instagram

Jeff Bezos voará para o espaço no primeiro vôo tripulado do New Shephard, o foguete fabricado por sua empresa espacial, Blue Origin. O vôo está programado para 20 de julho, apenas 15 dias depois de ele renunciar ao cargo de CEO da Amazon.

A Blue Origin disse que o irmão mais novo de Bezos, Mark Bezos, também embarcará no voo.

“Desde os meus cinco anos de idade, sonho em viajar para o espaço”, disse Bezos, 57, em uma postagem no Instagram na segunda-feira de manhã. “No dia 20 de julho, farei essa viagem com meu irmão. A maior aventura, com meu melhor amigo.”

Se tudo correr conforme o planejado, Bezos – a pessoa mais rica do mundo com um patrimônio líquido de US$ 187 bilhões – será o primeiro dos bilionários magnatas espaciais a experimentar uma viagem a bordo da tecnologia de foguetes que ele investiu milhões para desenvolver. Nem mesmo Elon Musk, cujo SpaceX constrói foguetes poderosos o suficiente para entrar em órbita ao redor da Terra, anunciou planos de viajar para o espaço a borodo de uma das cápsulas de tripução de sua empresa. O bilionário britânico Richard Branson, cuja própria empresa espacial, Virgin Galactic, está planejando realizar voos para o espaço suborbital para caçadores de emoção ultra-ricos e competir diretamente com a Blue Origin. Branso há muito diz que estará entre os primeiros passageiros a bordo do avão movido a foguete da Virgin Galactic, mas o voo está previsto para ocorrer no final de 2021.

A tripulação de vôo da Blue Origin verá a capsula de seis lugares da empresa e o foguete de 15 metros se estenderá em direção à borda do espaço em um vôo de 11 minutos que alcançará mais de 96,56 quilômetros acima da Terra.

Após seis anos de testes extensivos e muitas vezes secretos do foguete e da cápsula, chamada New Shephard, a Blue Origin anunciou em maio que estava se preparando para colocar os primeiros passageiros em uma cápsula da nave.

Embora a empresa não tenha anunciado quanto vai vender os ingressos regulares, a Blue Origin disse que um lugar será dado ao vencedor de um leilão de um mês que está em andamento. A licitação atingiu os US$ 2,8 milhões na manhã dessa segunda-feira (07).

A Blue Origin foi fundada por Bezos em 2000 e a empresa realizou mais de uma dúzia de voos de teste sem ninguém a bordo nas instalações da Blue Origin na zona rural do Texas, a cerca de 112 quilômetros de Marfa.

PROPAGANDA

Bezos criou a Amazon em 1994, primeiro como um livreiro online, com US$ 250.000 de seus pais. Ao longo dos anos seguintes, ela cresceu e se tornou uma das maiores empresas do mundo, com negócios em tudo, desde a Amazon Web Services, uma empresa de serviços de computação em nuvem que conta com entidades da Netflix à CIA como clientes; a possuir o MGM, o estúdi que faz James Bond; a deter uma grande participação na Rivian, um empresa de carros elétricos.

Ela tem sua própria empresa de segurança doméstica, a Ring, e sua própria rede de supermercados, a Whole Foods. E isso antes de chegar à companhia aérea, Prime Air, com sua própria frota de mais de 70 aeronaves da marca Prime Air, enviando pacotes exclusivamente da Amazon para todo o mundo.

A popularidade explosiva da Amazon ajudou a aumentar a fortuna de Bezos para mais de um bilhão de dólares em 1999, quando ele foi nomeado a pessoa do Ano pela Time Magazine. Ele fundou a Blue Origin em 2000 e disse que a certa altura que estava vendendo mais de US$ 1 bilhão em ações da Amazon a cada ano para ajudar a financiar o desenvolvimento de foguetes da empresa.

Bezos continuará envolvido na Amazon, mas fará a transição para a função de presidente executivo.

Ele será sucedido como CEO por Andy Jassy, chefe da Amazon Web Services.

O irmão de Bezos, Mark, ex-proprietário de uma agência de publicidade e agora é vice-presidente sênior da Robin Hood, uma instituição de caridade da cidade de Nova York.

Além de New Shepard, a Blue Origin também está trabalhando para desenvolver um foguete chamado New Glenn , que a empresa espera que seja usado para enviar satélites comerciais e governamentais dos EUA para a órbita, bem como potencialmente fazer viagens ao espaço profundo. A Blue Origin também esperava estar envolvida no plano da NASA de devolver os humanos à lua em 2024, embora tenha sido superada pela SpaceX em um contrato para construir a sonda lunar que transportaria astronautas da órbita lunar até a superfície. A Blue Origin está protestando contra a decisão do contrato, embora a NASA também tenha dito que a Blue Origin ainda pode concorrer para trabalhar em futuras missões lunares.

Bezos chamou de Blue Origin “o trabalho mais importante que estou fazendo”, embora ele não tenha sido aberto anteriormente sobre se gostaria de viajar para o espaço.


“Estou interessado no espaço porque sou apaixonado por ele”, disse Bezos, que também fez uma participação especial em Star Trek: Além de 2016 “, disse durante uma entrevista com Mathias Döpfner, CEO da Axel Springer.” estudo e penso nisso desde que era um menino de cinco anos – mas não é por isso que estou perseguindo este trabalho. Estou perseguindo este trabalho porque acredito que se não o fizermos, acabaremos com uma civilização de êxtase, o que considero muito desmoralizante.”

PROPAGANDA

Por Felype Oliveira

Felype Oliveira é criador do Café com Net, além de administrar a revista digital, também atua como social media, web designer e roteirista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *