17 milhões de visons serão abatidos na Dinamarca, o motivo é que foi encontrada nova cepa em fazendas de visons. Existem mais de mil fazendas dos animais na Dinamarca.

PROPAGANDA
Autoridades da Dinamarca disseram que irão isolar áreas do país por conta de uma mutação do coronavírus Sars-CoV-2 encontrada neles, que pode se espalhar para os humanos. O governo alertou que a eficácia de qualquer vacina futura para a doença pode ser afetada por esta mutação.
Restaurantes, bares, transporte público e esportes internos públicos serão fechados em sete municípios da Região de Jutland do Norte. As restrições entraram em vigor ontem (06/11) e provavelmente durará até 3 de dezembro.
A Dinamarca é o maior produtor mundial da pele de vison, exportando principalmente para a China e Hong Kong. A polícia diz que o abate já começou no mês passado.
Foram detectados casos de Covid-19 em 270 fazendas de vison na região de Jutland, norte da Dinamarca, onde foram encontrados pelo menos cinco casos da nova cepa de coronavírus. Doze pessoas foram infectadas, segundo as autoridades dinamarquesas.
A primeira-ministra Frederiksen citou um relatório do governo no qual afirma que a nova mutação do vírus enfraquece a capacidade do corpo humano de formar anticorpos, sendo assim, potencialmente ineficazes as vacinas que estão em desenvolvimento para o Covid-19.
“Temos uma grande responsabilidade com a nossa própria população, mas agora com essa nova mutação que fora encontrada, temos uma responsabilidade ainda maior com o resto do mundo!”, disse em entrevista coletiva.
PROPAGANDA

Por Felype Oliveira

Felype Oliveira é criador do Café com Net, além de administrar a revista digital, também atua como social media, web designer e roteirista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *