5 sugestões de investimentos com baixo orçamento - Café com Net

A procura por ganhar dinheiro desde sempre é muito alta, e agora, mais que nunca, é necessário encontrar boas formas para fazer isto acontecer. O desemprego é grande, e até mesmo para quem possui um emprego, é difícil sobreviver com um salário mínimo.

PROPAGANDA
Não existe fórmula mágica para fazer um dinheiro decente, a não ser seu próprio esforço e criatividade para começar. Porém, nem todos tem condições de desembolsar muita grana ou pedir um empréstimo para o banco, arriscar é necessário, mas sabemos bem como é ruim ficar devendo na praça.
Com isso, preparo este artigo para lhe dar uma “luz” que pode te ajudar a encontrar boas ideias de negócios para se investir, com pouco dinheiro e que costumam dar certo. Vamos lá!
1. Venda de alimentos por delivery/entregas
Por conta da quarentena, as pessoas tiveram que ficar mais em casa, mas elas não pararam de comer. Por isso, teve uma considerável alta na demanda de serviços de entrega de comida ou delivery. Quando se fala nesta modalidade, logo se vem na cabeça aplicativos como iFood ou Uber Eats, porém não é uma regra fazer por intermédio deles.
Pode também ser feito por conta própria, preparar alimentos como combos de lanche, comida japonesa ou até mesmo sorvete para pronta entrega. Divulgar em redes sociais como Facebook, Instagram e o WhatsApp. Se seu serviço for bom, ele será recomendado e irá gerar renda.
Tudo que você precisa é de fazer uma pesquisa de preços em supermercados para os suprimentos, alguém com uma moto ou bicicleta para realizar as entregas e de conexão com a Internet. Começando de forma autônoma e 100% caseira.
Uma dica muito valiosa: Seja sempre simpático e trate muito bem no atendimento aos seus clientes, e também seus entregadores. Com isso, você garantirá que sua comida seja bem entregue, em perfeitas condições e o consumidor fique feliz e te procure mais vezes!
2. Seja um entregador
Como dito acima, as pessoas não pararam de comer, e se você tem uma moto, carro ou uma bicicleta, pode se dar bem entregando para restaurantes cadastrados em aplicativos como: Uber Eats, iFood e Rappi.
Requisitos: Todos eles será necessário ter mais de 18 anos, habilitação (para caso de carros e motos), comprar uma mochila térmica da empresa, fazer uso de máscara, dentre outros que podem ter suas particularidades de acordo com a empresa.
3. Indique algum produto/revenda
Ao se associar a alguma marca, você ganha comissões por produtos vendidos com sua referência. Existem vários nichos que fazem isso, como venda de roupas, acessórios, eletrodomésticos e até o mais comum: revenda de hospedagem e domínios para webmasters.
Empresas como Magazine Luíza, GoDaddy, Hostinger, etc; possuem um programa de afiliado que te ajuda a ganhar dinheiro. Para que isso dê certo, é necessário mais que mostrar aos amigos e familiares, mas sim, investir em publicidade em grandes plataformas, como Google, Bing, Facebook e Instagram.
Assim, você pode garantir que seu produto será segmentado para as pessoas ideais, fazendo todo um controle para o público interessado.
Sabendo segmentar bem, não é necessário desembolsar muito dinheiro para isso, e o retorno é sempre favorável. No geral, essa modalidade de vendas não requer que o revendedor tenha os produtos, portanto, você só ganha se vender.
Extra: Também sugerimos indicar produtos que já conheça e/ou tenha domínio, fazendo unboxing ou prestando soluções para certos problemas.

PUBLICIDADE

4. Seja Freelancer
Freelancer é um tipo de profissional independente, trabalhando principalmente em áreas da comunicação e tecnologia sem um vínculo empregatício permanente. Ou seja, são trabalhos mais passageiros, adotar essa modalidade lhe dá uma liberdade maior para oferecer seus serviços e trabalhar para vários clientes. O que também ajuda a aumentar seu portfólio, caso algum grande projeto apareça.
Se você tem talentos como: criação/redação de texto, programação, inglês fluente ou design gráfico, saiba que pode aproveitar isso na Internet.
Existem plataformas em que você se cadastra, preenchendo seu “currículo” e tem a liberdade procurar diversos projetos que te interessam. Porém, a maioria delas é necessário dar um boost assinando um plano mensal, em geral não caros, que farão os clientes te notarem com mais facilidade, desbloqueando até mesmo alguns recursos extras.
5. Crie um blog de nicho
Ainda mantendo a relação com o item citado acima, criar um blog de nicho pode se tornar lucrativo se souber administrar bem seu tempo e criar boas estratégias. O maior investimento é no conteúdo postado e em publicidades para conhecerem sua marca, porém ainda sim é preferível conseguir seu público de forma mais orgânica o possível.
Você vai precisar de uma extensão de domínio (.com, .com.br, .net, .online, entre outros); uma hospedagem (caso prefira utilizar o WordPress) e muita criatividade.
Caso precise de um pontapé inicial para se organizar, fizemos um post no Instagram, onde separamos algumas dicas para começar neste meio, clicando aqui você confere a dica, dentre várias outras que estaremos publicando na conta!
PROPAGANDA

Por Felype Oliveira

Felype Oliveira é criador do Café com Net, além de administrar a revista digital, também atua como social media, web designer e roteirista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *